Marketing para Artistas - Divulgação Rafael Freire

Marketing para Artistas – 6 itens obrigatórios que fazem toda a diferença

Curiosidade

Caso você não saiba, “cozinha” é um jargão usado no meio musical atribuído aos instrumentistas que ficam no “fundão” e que praticamente “não aparecem”, já que a grosso modo, quem recebe a fama são apenas os cantores. Em bandas de rock, a cozinha tende a ser formada por baixo, bateria e guitarra, enquanto que em outros gêneros, dependendo do caso, tem o teclado, o naipe de metais, os backing vocals, a percussão, etc.

Arquivo pessoal

Arquivo Pessoal (1997)

Pois bem, eu sou um músico típico de cozinha e desde 1997 eu tenho a oportunidade de participar de vários projetos musicais, acompanhando alguns dos principais nomes da música de Manaus (de onde sou) e, para contribuir com o desenvolvimento profissional dos meus colegas instrumentistas, em 2014 eu idealizei e realizei o Congresso Nacional dos Músicos da Cozinha (o Conamco), um evento 100% virtual e gratuito onde tive a oportunidade de reunir alguns músicos que assim como eu, acompanham grandes nomes do segmento, tanto na minha cidade como no contexto nacional e que, por conta das suas respectivas experiências e autoridade, contribuíram com dicas ideias para você ser um músico de sucesso (clique no vídeo abaixo para entender o que foi o evento).

Muito embora o evento tenha sido dirigido a músicos, muitos conceitos que foram apresentados se aplicam a todo e qualquer tipo de artista e, para ir direto ao assunto deste artigo, eu listei 6 itens que são fundamentais para que você possa, não apenas impulsionar, como também ter o seu trabalho mais valorizado.

1. Logotipo

É ele que dá “cara” ao seu trabalho e é através dele que você pode e deve explorar o arsenal visual relacionado à sua imagem, como cartão de visitas, banners, panfletos, páginas nas redes sociais, site, camisas e outros brindes variados. Clique aqui e saiba como eu posso lhe ajudar nesse item!

2. Fotografia

Ela deve valorizar o aspecto visual do seu trabalho e, ao mesmo tempo que resume sem dizer nenhuma palavra aquilo que você faz, é fundamental para você incluir no seu release profissional, quando por exemplo, for divulgar o seu show ou apresentar algum tipo de projeto.

3. Release

Ele é um resumo claro e objetivo do seu histórico profissional e/ou daquilo que você quer, pode ou deve divulgar nas suas páginas da internet ou na imprensa. Unindo um bom texto com uma fotografia de qualidade você cria e fortalece a sua autoridade por meio de uma atmosfera visual mais profissional e, portanto, mais digna de ser valorizada, sem que precise criar argumentos para isso. Clique aqui e saiba como ser divulgado de graça nos jornais e nas emissoras de rádio e tv da sua cidade!

4.Redes Sociais 

Eu já apresentei aqui as 5 mídias sociais indispensáveis para a sua carreira, porém, evite ser o típico vendedor chato que só se comunica com propaganda e spam. Além disso, lembre-se interagir com elas, pedindo inclusive que elas façam alguma coisa: curtir a sua página, comentar, compartilhar, assinar sua lista, adquirir os seus produtos/serviços, etc. Clique aqui e saiba como criar um link clicável para a sua Fan Page no Facebook!

5. Blog/Site

É através deles que você pode, não apenas hospedar tudo isso que falei até aqui, mas principalmente captar clientes e parceiros em potencial para a sua atividade, mais precisamente através de uma Squeeze Page, sem contar que você pode otimizar o seu conteúdo para que as palavras-chave relacionadas à sua atividade sejam “encontráveis” por pessoas que procuram por aquilo que você faz através dos mecanismos de busca (como Google, Yahoo, Bing, etc.), da mesma forma que você pode fazer um trabalho de remarketing, caso queira fazer um trabalho de divulgação e/ou venda para quem já conhece o seu trabalho e visitou páginas específicas do seu site. Clique aqui para entender a diferença entre site e blog.

6. Projetos

Não espere ser chamado para trabalhar! Amplie o seu networking, participe de feiras, congressos, workshops e veja a possibilidade de fazer parceria com essas pessoas que estão em evidência. Proponha ideias e soluções para a sua comunidade, para a iniciativa pública, e para os empresários da sua cidade através do seu trabalho. Através delas, você pode ganhar inclusive patrocinadores para a sua marca (sim, você é uma marca!), de modo que você não lucre apenas com a sua performance e/ou apresentação. Aliás, a minha sugestão é que você leve a sério aquele conselho que diz: “nunca deposite os seus ovos num cesto só”. Clique aqui e saiba mais sobre isso no meu livro digital “16 ideias altamente eficazes para quem está desempregado”

Conclusão

É fácil? Pode ser que não! Mas quaup-mkt-na-internet-bndo você começa a olhar a sua realidade por um novo prisma, você começa a enxergar certas oportunidades onde a maioria das pessoas (ainda) não consegue ver. Aliás, quem realmente trabalha com arte infelizmente não pode se dar ao luxo de não querer trabalhar, assim como qualquer outro profissional que queira fazer jus à sua profissão. Clique aqui e saiba como começar a vender o seu trabalho de forma estratégica através da internet!

Faça, que acontece!

O que alguns clientes têm a dizer sobre o meu trabalho:

Os 5 posts mais vistos e que acho que você também pode gostar: