O que você deve saber antes de contratar um Digital Influencer

Contratar um Digital Influencer vale a pena?

Muito prazer, estamos na era digital e se você está lendo este artigo é porque antes de pousar aqui para saber algumas dicas antes de contratar um digital influencer, você tocou (clicou) em algo (um link) e foi remetido para cá, coisa que você não consegue fazer nos veículos de comunicação tradicionais como rádio, tv, jornal, revista, outdoor, etc.

Clique aqui e saiba como ser divulgado de graça nos jornais e nas emissoras de rádio e tv da sua cidade.

O que é um Digital Influencer?

Digital Influencer, ou simplesmente “Influencer”, é um influenciador digital, uma pessoa que por ser autoridade no seu ramo de atuação, consegue influenciar outras pessoas com base no que faz, diz e pensa. Com a internet presente cada vez mais presente no nosso dia-dia, principalmente através das redes sociais, inúmeros influencers têm surgido e conquistado fãs, seguidores, clientes e até mesmo defensores de empresas, políticos, líderes religiosos, etc. Se você pensa em contratar um Digital Influencer é porque pretende ter alguém para representar uma causa, uma pessoa ou uma empresa, de modo a obter a simpatia, a cooperação e até mesmo a venda de produtos e serviços. Resumindo: o Influencer ajuda a divulgar e a quebrar as objeções que as pessoas possam vir a ter em relação ao que você faz e contribui para que você alcance os seus objetivos, sejam eles comerciais ou institucionais. Ele é como se fosse o “garoto propaganda” da sua empresa. Ponto!

Clique aqui e saiba mais sobre o fim da propaganda.

Onde encontrar um Digital Influencer e como identificar o ideal para o seu negócio?

Eles estão no Facebook, no Instagram, no Youtube, em Blogs e é quase certo que você já siga pelo menos um (ou vários) deles, afinal você criou uma relação de empatia e reciprocidade com base no que eles dizem, usam, pensam e fazem. Apesar disso, é importante você saber que eles não têm uma personalidade definida. Alguns são intelectuais, outros têm estilo, outros têm estilo, outros cativam você pelo lado cômico ou crítico, etc. Da mesma forma, existe aquele tipo que, por causa das suas atribuições físicas ou traços de personalidade, acabam atraindo pessoas que adorariam ser, fazer ou ter aquilo que ele é, faz e tem. Sendo assim, dedique um tempo para analisar as pessoas do seu ciclo virtual que mais se posicionam em prol (ou contra) uma causa e procure identificar os traços que melhor estejam alinhados com o seu objetivo.

Clique aqui e leia “O sucesso dos outros e a sua tolice”.

Quai o maior erro na hora contratar um Digital Influencer?

Você não é obrigado a conhecer todos os influencers e nem saber quem é um influencer, mas precisa ter sim, o tino de reconhecer um e aqui vai uma dica de ouro: muitos podem procurar a sua empresa para querer ganhar fama, dinheiro, status, glamour e é praticamente certo que o principal argumento a ser usado por eles é a quantidade de seguidores que têm no Facebook, no Instagram e/ou no Youtube. Vá por mim: isso é balela, papo furado, enrolação!

Clique aqui e leia “E daí se você tem curtidores?”.

Analisando rapidamente as principais redes sociais do momento (estou escrevendo em 19/09/17), é o seguinte:

O Instagram do Influencer

Depois de receber comentários meio vagos em meus posts no Instagram, fui manualmente me informar com alguns perfis, que sequer respondiam, até que um me explicou como funcionavam os tais “comentários”.

É “mais fácil” forjar o número de seguidores (que podem ser comprados) e curtidas (que podem ser amplificadas com o uso de hashtags – principalmente com palavras em inglês). A melhor referência que você pode ter é o histórico do engajamento através (da qualidade) dos comentários que o Influencer recebe. Não adianta ele apresentar inúmeros seguidores e comentários que são vagos (muitas vezes feitos por robôs de aplicativos) e que não representam nada de relevante e nem e sincero. Eu mesmo recebo vários comentários por aqui e já fui tentar me informar com os “autores” das mensagens e nenhum respondeu, exceto o da foto em destaque que me revelou que usa um programa que identifica hashtags e dispara mensagens automáticas. Pura fraude!

Clique aqui e saiba como integrar o seu Instagram com a sua Fan Page no Facebook.

O Facebook do Influencer

Ignore por completo a quantidade de curtidores e curtidas dos posts. Verifique se a variação do engajamento é muito variável (pois muitos acham erroneamente que basta impulsionar um post e obter curtidas). Da mesma forma que o Instagram, melhor (e mais palpável) do que apenas curtidas (que podem ser compradas) é você ver a qualidade dos comentários e claro, o histórico do influencer junto aos seus contratantes.

Clique aqui e leia “Impulsionamento no Facebook – Por que ele pode quebrar o seu negócio”.

O YouTube do Influencer

Embora seja mais difícil a manipulação da “compra” de assinantes, avalie também a qualidade do engajamento da audiência do Influencer, conforme já dito acima.

Você engaja mas não consegue vender na internet? Clique aqui e saiba o que fazer!.

O Blog do Influencer

Aqui dá para mensurar melhor as métricas e profissionalismo da pessoa. Avalie tudo que já foi dito anteriormente e verifique se o Influencer atualiza com frequência , se tem leads (clique aqui para saber o que é), produtos, provas sociais, comentários, etc.

Clique aqui e saiba a diferença entre site e blog.

Resumindo:

Esqueça a quantidade de seguidores/ curtidores.

Conclusão:

Contratar um digital influencer pode ser uma ótima estratégia de marketing para atingir os seus objetivos, mas também pode simbolizar perda de tempo e dinheiro. No entanto, da mesma forma que é possível contratar temporariamente um profissional que já está na ativa, você pode eleger uma pessoa “desconhecida” para representar o seu negócio e fazer dela a representante da sua empresa em suas estratégias de inbound marketing.

Vale lembrar que fazer postagens para apenas obter curtidas e seguidores é algo que muitos podem fazer, mas isso não necessariamente assegura o pagamento das suas contas no fim do mês e, caso você tenha o interesse em conhecer estratégias que realmente possibilitem ir muito além de apenas pegar uma pessoa para posar e falar bem da sua empresa, você pode clicar aqui para se cadastrar gratuitamente e saber mais sobre o meu programa de Marketing Invisível e saber como converter ações desse tipo em vendas.

Faça, que acontece!

Faça como o André:

Clique aqui e saiba mais sobre o que o André está dizendo!

 

Os 5 posts mais vistos e que acho que você também pode gostar: